Mulheres ocupam cada vez mais os tatames

             Engana-se quem ainda pensa que as mulheres são o sexo frágil. Em busca do corpo perfeito ou da autodefesa, o público feminino é presença cada vez mais constante nos tatames e ringues das academias de todo Brasil.

            As mulheres estão descobrindo que podem praticar lutas. Muitas buscam algum tipo de arte marcial para trabalhar e esculpir o corpo, outras, para competir e se tornarem campeãs, e também há as que procuram uma forma de segurança e autodefesa. Cada mulher que persevera na prática de uma arte marcial está prestando uma contribuição valiosa às futuras gerações.

        Mais do que lutas, esportes como judô e karatê trazem benefícios físicos e psicológicos. As possibilidades propostas na prática dessas atividades são vastas e cada uma tem a sua particularidade, no entanto, a doutrina das artes marciais em geral é a mesma, proporcionar o bem-estar espiritual e a melhora do condicionamento físico. Entre as habilidades adquiridas com as lutas estão disciplina, concentração, autoconhecimento, fortalecimento e controle corporal. Conheça as mulheres que praticam artes marciais no GNGaúcho e fique por dentro dos benefícios de cada modalidade.

karate- ATLETAS TREINO.jpg

KARATÊ

            O karatê é um esporte fundamentado nos princípios do respeito mútuo e equilíbrio do corpo e da mente, de forma a manter a autoestima e o respeito ao próximo. A prática é de origem japonesa, sob influência de artes marciais chinesas, e seu significado é “mãos vazias”, levando esse significado pela proibição de uso de armas na época de sua instituição.

Benefícios: No caso das mulheres, serve para defesa pessoal, aumenta a autoestima e a autoconfiança, trabalha e define o corpo, melhora a postura já nas primeiras semanas de treino, deixando as pernas firmes e a coluna “encaixada”, aumenta a resistência, melhora a capacidade cardiovascular, acalma os anseios, desinibe, aumenta a flexibilidade e a coordenação motora, aumenta os reflexos, ajuda no controle emocional, além de ser muito eficiente para o emagrecimento.

 

DEPOIMENTO – HELENA DA SILVA NUNES

helena-da-silveira-nunes-karatc3aa.jpg

O que a motivou a praticar karatê? Quando era pequena estava assistindo um filme de kung-fu e decidi que queria praticar. Meu pai, que já praticava karatê, acabou me levando para o Gaúcho para começar no esporte também.

Quais os benefícios que a prática trouxe (físicos/sociais)? Como todo o esporte, me ajudou na saúde e na boa forma física. Melhorei minha coordenação motora, tenho mais consciência do que meu corpo pode fazer e os treinos aliviam o estresse. Fiz muitas amizades entre os colegas da turma, o que torna o ambiente descontraído.

Já enfrentou preconceito no karatê por ser mulher? Nunca, quando menciono que pratico karatê as pessoas ficam impressionadas. Já escutei a pergunta “porque não faz balé, dança?” Quem pratica o esporte tem respeito ao colega ou adversário, independente do sexo.

Já teve que utilizar os seus conhecimentos adquiridos em aula para defesa pessoal? Sim, na escola, como forma de autodefesa de um colega teve uma atitude agressiva comigo.

 

JUDÔ

               A prática da modalidade proporciona educação, respeito, equilíbrio, melhor uso da energia física e mental, amizade e prosperidade mútua. De origem japonesa, seu significado é “caminho da suavidade ou da flexibilidade”.

Benefícios: Para as mulheres, que geralmente têm densidade óssea mais prejudicada, é útil para prevenir a osteoporose, por ser uma atividade de força, que estimula os ossos e a musculatura. A autoconfiança e a concentração também são intensificadas. A parte física tem como reflexo o equilibrado desenvolvimento musculoesquelético, maior coordenação, força e resistência.

DEPOIMENTO – ADRIANA GOSCH

adriana-gosch-judc3b4.jpg

O que a motivou a praticar a atividade?  Foi meu filho, que em todos os exames de faixa prestados, me pedia ajuda para executar as técnicas, me fazendo vestir um quimono.

Quais os benefícios que a prática trouxe (físicos/ sociais)? São inúmeros, já que por se tratar de uma atividade que trabalha corpo e mente, os treinos acionam toda a musculatura do corpo, modelando-o e fortalecendo-o. Há benefícios sociais também, porque trabalhamos muito a disciplina, o aperfeiçoamento das técnicas e o respeito mútuo com os colegas. Isso tudo possibilita uma sociabilização harmônica da equipe, gerando fortes laços de amizade e formando uma grande família!

Já enfrentou preconceito no judô por ser mulher? Não com colegas, nem com simpatizantes de artes marciais, mas ele existe, sim, por parte de pessoas leigas, que não conhecem o assunto.

Já teve que utilizar os seus conhecimentos adquiridos em aula para defesa pessoal  Graças a Deus nunca precisei usar como defesa pessoal, mas se precisar….

Ficou interessado em praticar artes marciais no GNGaúcho? Entre em contato com a Secretaria de segunda a sexta, das 9h às 20h, e aos sábados, das 9h às 13h, ou ainda pelos telefones 3230-3029 / 3230-3009 e verifique os dias e horários disponíveis em cada modalidade.